Casais Gays Podem Ter Filhos no Brasil? Conheça Nossa História
Helio e Tonanni

Casais Gays Podem Ter Filhos no Brasil? Conheça Nossa História

Hoje vamos responder uma pergunta que a gente sempre é questionado. Toda vez que a gente fala que vamos ter filhos biológicos aqui no Brasil as pessoas perguntam: Como assim? É permitido? E já te respondo agora: Sim, é possível homens, gays, casais gays e LGBTs terem filhos biológicos no Brasil por meio da Fertilização in Vitro. E agora a gente quer contar um pouquinho brevemente de como está sendo a nossa jornada, já que a gente não chegou ainda até o final e estamos no processo da geração da nossa família homoafetiva.

Acho importante compartilhar com vocês esses detalhes para que vocês também se preparem um pouco do que vem pela frente. 

Fomos para Las Vegas, achando que lá seria tudo mais fácil, a única diferença é que tudo é pago em dólar, o que ficaria totalmente inviável pra nossa realidade. Mas lá é tratado com muita naturalidade. E aqui as pessoas ainda acham que é um tabu, que é ilegal e muito também por culpa da mídia, (esse lance das novelas, todas essas a divulgação do termo barriga de aluguel). Então a gente também tinha tudo isso na cabeça por falta de informação. 

Existe uma outra grande diferença, que é a burocracia. Lá é tudo mais fácil por ser um processo mais comum. Aqui você precisa de uma aprovação do  CRM (Conselho Regional de Medicina), faz entrevista com psicólogo, precisa ter a barriga, advogado, médico, consultoria, doadora de óvulo… 

Fora que tem toda a questão dos óvulos também que você precisa, que, no nosso caso, a gente quis que as características físicas, genéticas, fossem similares a nossa, para que o filho também tivesse características parecidas com a gente. Além do óvulo, tem a parte da barriga solidária que é um ponto importantíssimo!

Você precisa ir atrás de uma barriga solidária, que seja uma pessoa saudável e que já tenha tido filhos. Essa é uma característica necessária para que a pessoa se candidate ao processo de fertilização in vitro também. 

Então tudo isso faz com que esse processo ele fique complexo aqui no Brasil, mas não é impossível. Você só tem que estar preparado mentalmente e financeiramente e com o tempo, a gente foi conhecendo, a gente foi estudando, foi aprendendo e hoje trazemos muita informação pra compartilhar, porque a gente passou muito perrengue. 

A gente não tinha o caminho das pedras desenhado, pois faltava pra nós, referência de outros casais gays e de outras configurações familiares que passaram pelo mesmo processo que a gente, porque é algo realmente muito novo, algo muito contemporâneo. 

Então assista esse vídeo que traz um pouco da nossa história de como está sendo nosso processo pra que vc se inspire nessa jornada!  

maio 15, 2022
Andre Tonanni
Autor do blog, Tonanni é empresário do mercado de eventos, artista, cantor e pianista. Dedica seu tempo livre à família e a encorajar casais LGBT+ a seguirem o caminho da paternidade Instagram: @tonanni e @2papais
Perdemos o Bebê pela 6a Vez
Helio e Tonanni

Perdemos o Bebê pela 6a Vez

É muito frustante quando as coisas saem do seu controle, principalmente quando você realmente não pode fazer nada pra contribuir nessa situação ou na gravidez. No nosso caso, como somos 2 papais, nós não geramos o filho e por causa disso, temos uma barriga solidária. Portanto, temos que confiar que ela está tomando todas as medicações na hora correta e tomando todas as precauções necessárias (que são muitas, principalmente nas primeiras semanas).

Passamos por essa situação 6 vezes e confesso que a cada vez é uma surpresa pois embora a gente mude as variáveis a cada momento, nunca você acha que vai demorar tanto pra engravidar, por isso tamanha a frustração quando você recebe a notícia de que “não foi dessa vez, mas na próxima vai dar certo e vc vão engravidar”.

Eu não quero a próxima vez, eu quero agora. Imagino que eu deva aprender e amadurecer pois as coisas acontecem no tempo certo, mas machuca muito passar 3 anos com uma expectativa sem perspectiva de vitória…

Abaixo um vídeo que gravei essa semana no carro assim que soube da temida notícia, realmente não era o que eu esperava.

fev 19, 2022
Andre Tonanni
Autor do blog, Tonanni é empresário do mercado de eventos, artista, cantor e pianista. Dedica seu tempo livre à família e a encorajar casais LGBT+ a seguirem o caminho da paternidade Instagram: @tonanni e @2papais
O Papai que escreve nesse blog
Helio e Tonanni

O Papai que escreve nesse blog

Escrevo esse primeiro post em 2021, no exato cenário da foto abaixo, aproximadamente 3 anos após gerar conteúdo no instagram @2papais. Senti essa necessidade de aumentar meu espaço pra poder me comunicar melhor e ser ouvido por você.

Acredito que quando vc escreve e materializa parte de si, seja em um blog ou em um livro, não da pra voltar atrás. E é isso que eu quero fazer, utilizar esse espaço pra compartilhar sobre o universo da paternidade homoafetiva e barriga solidária enquanto aprendo junto durante todo esse processo.

Encaro esse lugar como uma coleção de experiências, erros e acertos que quero compartilhar com vc pois gostaria de ter tido alguém que tivesse me auxiliado em todo esse mundo desconhecido. Porque cá entre nós, em 2021 temos pouquíssimas informações a respeito de fertilização in vitro para casais homossexuais, sejam gays, lésbicas ou até mesmo pais solteiros. Por sentir falta de um local onde pudesse tirar minhas dúvidas e referências de figuras que levantassem essa bandeira, resolvi criar o meu e quem sabe te ajudar nessa jornada.

Jornada… uma palavra que soa tão bonita quando escrita mas que pra mim é sinônimo de “superação das dificuldades para um objetivo maior” pois na verdade o destino pouco importa, mas tudo que vc passou pra chegar até lá é o que realmente faz sentido e aqui, é o local onde vou compartilhar minha jornada, meus erros, meus acertos e minhas inseguranças.

Confesso que me preparar para a paternidade gay em um país totalmente homofóbico me assusta, mas não me impede de lutar contra aquilo que acredito para um propósito maior. Pois onde existe escuridão e ódio, existe a mesma proporção de amor e rede de suporte. Eu sou sua rede de suporte assim como vc é pra mim.

Não sei qual a sua orientação sexual, sua identidade de gênero, mas eu sendo um homem branco, homossexual e cisgênero reconheço que tenho mais oportunidades do que pessoas em cenários diferentes. Por isso vou aplicar aqui no blog e em toda minha geração de conteúdo um princípio que aprendi com um grande mentor meu, que diz:

A sua responsabilidade em doar e compartilhar, é proporcional ao privilégio que foi concedido a você.

E esse é o meu mantra durante todo esse projeto pois me considero um cara privilegiado e quero ajudar outras pessoas que talvez não tenham a oportunidade e/ou o conhecimento pra seguir esse caminho. Afinal de contas é tão melhor ter alguém na frente cortando os troncos e os espinhos pra que a gente possa passar, não é mesmo?

Não quero me alongar nessa primeira introdução mas quero te dar boas vindas ao meu mundo! Não sei se vc veio do instagram @2papais ou do meu pessoal, então venha de coração aberto pra um novo mundo que também estou descobrindo e pretendo compartilhar com vc sem filtros.

jan 26, 2022
Andre Tonanni
Autor do blog, Tonanni é empresário do mercado de eventos, artista, cantor e pianista. Dedica seu tempo livre à família e a encorajar casais LGBT+ a seguirem o caminho da paternidade Instagram: @tonanni e @2papais