O Que é Heteronormatividade?
Universo LGBT+

O Que é Heteronormatividade?

Pouco mencionada, a Heteronormatividade faz parte de uma conceitualização onde apenas os casais do sexo oposto, ou seja, heterossexuais, sejam considerados normais ou corretos perante toda uma comunidade social. É uma visão que reforça o comportamento de que tudo que foge desse padrão é visto como anomalia.

Há muito tempo, a civilização heteronomativa marginaliza outras orientações sexuais, mistificando-as e condenando-as perante a sociedade. Entretanto, estamos caminhando para mudar essa ótica negativa sob as sexualidades e diferentes configurações amorosas que diferem do convencional homem x mulher. 

Além do preconceito e da banalidade, a heteronormatividade ainda impede que muitos casais LGBT+ cultivem propósitos duradouros, e muitas vezes assumam sua sexualidade publicamente por medo de julgamentos e até mesmo violência física e psicológica.

Tudo aquilo que barra ou desmotiva o crescimento pessoal humano, deveria ser considerado errado, até porque trata-se de uma má interpretação social sob a percepção antiquada da civilização no passado. 

fev 13, 2022
Andre Tonanni
Autor do blog, Tonanni é empresário do mercado de eventos, artista, cantor e pianista. Dedica seu tempo livre à família e a encorajar casais LGBT+ a seguirem o caminho da paternidade Instagram: @tonanni e @2papais
Leitura Recomendada: Coragem de Ser
Universo LGBT+

Leitura Recomendada: Coragem de Ser

Sabemos que ser pai gay em uma sociedade heteronormativa é muito complexo. Agora imagina ser pai em um relacionamento heterossexual, enquanto se descobre gay?  

O livro “Coragem de Ser”, escrito pela psicóloga Vera Moris em parceria com o ativista Fábio Paranhos, apresenta relatos de pais homossexuais sobre preconceito, medo, amor e superação dentro do ambiente familiar, além disso estatísticas comprovam que mais da metade de pais homossexuais são compostos por pais biológicos e não adotivos, estudo que justifica a necessidade da aceitação social perante as preferências de gênero. 

O livro “Coragem de Ser”, escrito pela psicóloga Vera Moris em parceria com o ativista Fábio Paranhos, apresenta relatos de pais homossexuais sobre preconceito, medo, amor e superação dentro do ambiente familiar, além disso estatísticas comprovam que mais da metade de pais homossexuais são compostos por pais biológicos e não adotivos, estudo que justifica a necessidade da aceitação social perante as preferências de gênero. 

O sufocamento social pressionou e ainda pressiona gays em todo parâmetro de sua vida, prejudicando a conquista por seus direitos de muitas formas. Se desvincular dos “padrões” familiares impostos pela sociedade, ainda é um grande mérito.

O livro “Coragem de Ser”, escrito pela psicóloga Vera Moris em parceria com o ativista Fábio Paranhos, apresenta relatos de pais homossexuais sobre preconceito, medo, amor e superação dentro do ambiente familiar, além disso estatísticas comprovam que mais da metade de pais homossexuais são compostos por pais biológicos e não adotivos, estudo que justifica a necessidade da aceitação social perante as preferências de gênero. 

O sufocamento social pressionou e ainda pressiona gays em todo parâmetro de sua vida, prejudicando a conquista por seus direitos de muitas formas. Se desvincular dos “padrões” familiares impostos pela sociedade, ainda é um grande mérito.

São 14 depoimentos de homens que se assumiram gays após configurarem suas famílias de acordo com o padrão da sociedade atual. Dentre os motivos da demora da “saída do armário” está o medo do preconceito, opressão da sociedade e principalmente os julgamentos internos da família em questão e círculo social.

O livro é escrito pela psicóloga e psicoterapeuta Vera Paranhos e pelo especialista em Recursos Humanos Fabio Paranhos, um dos fundadores do GPH, Grupo de Pais Homossexuais e do Projeto Acolher que traz informações sobre adoção.

fev 12, 2022
Andre Tonanni
Autor do blog, Tonanni é empresário do mercado de eventos, artista, cantor e pianista. Dedica seu tempo livre à família e a encorajar casais LGBT+ a seguirem o caminho da paternidade Instagram: @tonanni e @2papais